Auto-mutilação Como Forma de Lidar com o Sofrimento

Parece contraditório e por isso tão importante tentarmos entender os motivos que levam adolescentes a se auto-mutilarem. Muitas vezes os pais não percebem os sinais de alerta, ficando muito assustados, preocupados e desorientados com a descoberta do fato.

A dor emocional de um adolescente que se auto-mutila é grande e por isto é fundamental que os pais e outros adultos cuidadores sejam orientados para que acalmem a própria angústia, possibilitando um apoio adequado aos seus filhos.

Alguns se auto-mutilam apenas para imitar um colega, mas quando descobrem que esta é uma experiência dolorosa, acabam por interromper o comportamento. Porém, quando a automutilação persiste, é porque este adolescente está vivendo um grande sofrimento emocional e busca na dor física uma “justificação” para a dor emocional.

Normalmente ele é mais sensível às emoções, sentindo-as de forma mais profunda e intensa que os outros, optando por não as expressar, “guardando-as só para si”, demorando mais tempo para elaborar tais sentimentos o que o leva a alguns comportamentos inadequados como o de cortar-se propositalmente.

Reagir com pânico e desorientação só vai agravar a sensação de desconforto do adolescente. Dizer apenas para parar de fazer terá também pouco efeito. Retirar do alcance dele os objetos com que possa se ferir e buscar ajuda é de extrema importância. Ele precisa sentir que as pessoas se interessam por aquilo que ele pensa e sente, dando-lhe espaço, mas não o obrigando, a partilhar.

Um psicólogo, será fundamental para orientá-lo para que aprenda ou desenvolva outras estratégias de regulação emocional alternativas e mais adequadas.

A comunicação eficaz dentro da família é importante para que o adolescente se sinta seguro, valorizado e confiante. Por isto é necessário um momento diário na rotina da família onde todos se sintam livres e aceitos na partilha de ideias, dúvidas, preocupações e conquistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *