Efeitos da Agressão Física na Educação de Filhos

A educação dos filhos é um desafio, exige extrema atenção, tempo, dedicação e paciência dos educadores, pais e familiares. Há muitos desafios e aprendizados, com situações novas, delicadas e difíceis, e está em constante mudança e adaptação, pois o manejo e maneira de interagir é diferente em cada fase do desenvolvimento; quando se trata de uma criança é diferente do que com um adolescente.

Se você convive com um adolescente ou criança sabe que estão em um processo de desenvolvimento e descobertas, por tanto eles estão descobrindo e explorando o ambiente ou coisas novas, até mesmo maneiras diferentes de se  relacionar, o que muitas vezes pode ocasionar conflitos, desavenças, testando o limite da paciência dos responsáveis e educadores. Faz parte do processo de aprendizado testar regras do ambiente onde estão inseridos. Como você lida com essa dinâmica?

A função das regras em cada ambiente é de organizá-lo, tornando-o saudável e adequado. Contudo, quando alguém descumpre uma regra, em seguida há uma consequência. Dentro de diferentes dinâmicas familiares, algumas mais flexíveis, outras mais rígidas, com ou sem punição física. Alguns pais ou responsáveis, utilizam a punição física como a principal maneira para educar.

Mesmo tendo o intuito educativo, o comportamento de bater facilmente ultrapassa para além dos limites colocados pelo próprio educador, normalmente acontecendo como última alternativa para o manejo da situação, para que a criança ou adolescente se comporte como o esperado ou como uma consequência de uma situação. Quando a punição física não apresenta os resultados desejados pelo adulto, a tendência é o aumento da intensidade e frequência, levando a um círculo vicioso que pode desencadear em situações trágicas.

Qual é a lição que os pequenos aprendem após os adultos usarem a punição física?

Usar punição física ensina a criança que para lidar ou solucionar problemas, a agressão resolve.

Palmadas, cintadas entre outras agressões, diminuem a autoestima e prejudicam a capacidade das crianças e adolescentes a lidarem com problemas emocionais futuros, prejudicando também o vínculo afetivo entre filhos e pais. Ao apanharem, eles não entendem o porquê estão apanhando, apenas que não podem se comportar dessa maneira na presença de quem lhe bateu, não garantindo que o comportamento indesejado não aconteça novamente em diferentes ambientes e situações.

Como visto acima, o processo de como educar e se relacionar com os seus filhos, ensinará como eles irão se comportar em situações futuras. Então precisamos entender que existem maneiras diferentes para disciplinar. É necessário entender a relação que existe entre os comportamentos valorizados e esperados pela família, e o modo que estes são ensinados.

Para elaborar de maneira adequada a consequência para o descumprimento de uma regra ou combinado, leve em consideração que a consequência deve atender a três princípios: ser relacionada (com a situação), razoável e, se possível, antecipada.

Ao se explicar uma regra ou combinado, fazer de maneira clara e objetiva, sempre perguntando se a criança ou adolescente entendeu a explicação, o mesmo vale ao se conversar sobre as consequências (sejam elas positivas ou negativas). Só assim é que eles irão perceber que não podem burlar as regras, nem desafiar os limites. Por mais que lhes possa custar, terão de lidar com as consequências.

Quando se trata do processo de educar os filhos entendemos que não acontece de um dia para outro, é muito importante adequar a linguagem para cada idade, mesmo assim não significa que não terá momentos de estresse, conflito e adaptação. Nessas horas, o adulto precisa respirar, acalmar-se e lembrar da sua posição nessa situação, para poder manejar de maneira assertiva.

Caso você tenha alguma dúvida, dificuldade ou necessitar de orientação no relacionamento com seus filhos, procure e conte com a equipe de psicólogos do Projeto Sakura.

Gomide, P.I.C. (2004). Pais presentes, pais ausentes. Petrópolis: Vozes.

Informe seu e-mail abaixo para entrar para nossa lista de assinantes e receber novidades e conteúdos exclusivos do Projeto Sakura!

Assine para receber novidades. Respeitamos sua privacidade e também somos contra qualquer prática de Spam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *