Espiritualidade e Psicoterapia

A qualidade e plenitude de nossa vida depende de nossa capacidade em desenvolver um olhar introspectivo para alcançar o equilíbrio nas diferentes áreas da vida. Quando observamos a vida sob perspectiva sistêmica, podemos enxergá-la no todo e perceber onde está deficitária para focar no que é preciso, no que é prioridade, ou seja, concentrar nas áreas que estão mais carentes e desprovidas.

Esse movimento depende de nossos valores pessoais, no que de fato é importante para cada um de nós.

Nessa perspectiva sistêmica, um dos pilares fundamentais da vida humana é a Espiritualidade. A espiritualidade é muitas vezes confundida com religiosidade, porém são distintas entre si. Religiosidade pode ser definida como uma prática habitual e muitas vezes tradicional, de rituais que têm um propósito. É o envolvimento do indivíduo com uma religião em que há busca do sagrado.

A espiritualidade pode ser entendida como uma capacidade humana a buscar significado para a vida e da razão de viver. Propicia ao indivíduo crescimento pessoal, reunindo atributos que dão apoio à vida e ao sofrimento, promovendo a resiliência, amor ao próximo e sentimento de pertencimento. Assim sendo, direciona o indivíduo a um sentido de conexão com algo maior que si próprio.

Baseada nesse conceito, a espiritualidade depende de alguns elementos como a necessidade da busca ao significado, razão e preenchimento na vida; a necessidade à busca de esperança e vontade de viver; e da necessidade à busca da fé em si mesmo, em outrem ou ao divino. Em outras palavras, a necessidade de significado é uma a condição essencial à vida e, no momento em que o indivíduo se sentir incapaz de encontrá-lo, pode levar ao sofrimento pelo sentimento de vazio e desespero.

Desenvolver a espiritualidade influencia na qualidade de vida, visto que está ligada à manutenção e fortalecimento da saúde mental, física e social. Os benefícios podem ser sentidos através da redução de estresse, ansiedade, depressão, entre outros.

Nesse sentido, o processo psicoterápico auxilia na busca de sentido e autoconhecimento, abre as portas para as indagações e estimula o indivíduo para novas percepções com ampliação da consciência. Ao direcionar os olhos para uma nova perspectiva, podemos despertar a espontaneidade, a força imanente, recuperar autoestima e a coragem, ou seja, os talentos e potenciais que temos latentes para manifestar nessa vida.

Informe seu e-mail abaixo para entrar para nossa lista de assinantes e receber novidades e conteúdos exclusivos do Projeto Sakura!

Assine para receber novidades. Respeitamos sua privacidade e também somos contra qualquer prática de Spam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *