Solidão na Terceira Idade

A terceira idade se refere a um dos ciclos do desenvolvimento humano no qual ocorrem processos de mudanças em todos os domínios, sendo os principais os aspectos físicos, cognitivo e psicossocial. Essa fase está associada às etapas mais tardias da vida e se inicia a partir de 60 anos de idade.

Um dos aspectos importantes na terceira idade é a saúde mental, não apenas a ausência da doença mental, mas que envolva um sentido de bem-estar psicológico e uma percepção saudável de si mesmo. A avaliação do bem-estar ou de felicidade é um sentir subjetivo pois está relacionada à sua própria vida.

O cenário atual, com o aumento do uso de novas tecnologias de comunicação, tem proporcionado o estreitamento das distâncias e facilitado as relações interpessoais. Apesar disso, há um aumento de queixas de solidão principalmente entre adolescentes e pessoas da terceira idade. Assim sendo, o que é a solidão?

A solidão é um estado, um modo de sentir, amplo e complexo em sua definição, pois carrega fatores subjetivos em seu significado, isto é, diferencia de uma pessoa para a outra, conforme suas experiências ao longo da vida. Geralmente, a palavra solidão nos remete à visão simplicista de estar só, porém, ela é muito mais profunda e complexa.

Para alguns, viver só não é estar só, não é sentir solidão, é uma opção adaptada à sua capacidade de viver. Há outros que sofrem desse sentimento penoso e angustiante de estar só mesmo que rodeados de pessoas, pois percebem que lhes faltam atenção e suporte, principalmente no que se refere à afetividade.

Esse sentimento é mais perceptível nos idosos quando há perdas de pessoas queridas ou quando há redução da sua própria funcionalidade e em sua capacidade de adaptação.

Então, como poderia melhorar essa condição de se sentir só? Algumas atividades que possibilitam um convívio saudável e que privilegiam a comunicação e o divertimento.

Os programas que mais estimulam os idosos são as atividades de lazer (passeios e pescarias) e lúdicas (trabalhos manuais, dança, ginástica e jogos de tabuleiro), como também a presença e uma boa relação familiar intergeracional. A saúde e o bem-estar dependem de como a pessoa mantém o seu equilíbrio interno e externo e a sua relação com o meio.

É importante estimular os idosos expressando o quanto ainda têm muito tempo para acrescentar, mantendo atitudes positivas, e que há possibilidades de superar obstáculos. Na terceira idade, o grande desafio é criar novas formas de olhar e experienciar a vida, desempenhando um papel relevante e uma postura ativa, ou seja, somar vida aos anos.

Informe seu e-mail abaixo para entrar para nossa lista de assinantes e receber novidades e conteúdos exclusivos do Projeto Sakura!

Assine para receber novidades. Respeitamos sua privacidade e também somos contra qualquer prática de Spam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *